domingo, 11 de outubro de 2015

Amaríssimo

Tempo
Distância
Colibris se tornam rolinhas
Janelas são celas
Pintura abstrata
Borrão indescritível.


          Quem lhe disse
          Que tudo isso

          Não seria visto
          Olho a olho
          Odores se misturando?

Nada extraordinário
Nessa vida passível
De ser vivida
Somente na corda-bamba
De renúncias e concessões.