terça-feira, 27 de dezembro de 2011

(E)terno

(E)terno o momento

Em que a mão

Suavemente

Desliza sobre a pele em pelo

Desenhando a linha

Entre o desejo

E o restante do mundo

(E)terno o momento

Do sol nascente

Da luz filtrada pelas cortinas

Da brisa suave da manhã

De seu perfume

Magnético exalando



7 comentários:

  1. Obrigada pela visita e pelas palavras, Rô!

    ResponderExcluir
  2. perfume é lembrança, é lembrança boa pra se ter de alguém.

    Feliz Ano Novo querida!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Evelyn!
    Concordo contigo... perfume traz um pedacinho de alguém! ;)
    Um 2012 repleto de energias positivas para você!

    ResponderExcluir
  4. Ah... adorei!!!

    Está leve... Com mais açúcar e pouca pimenta!... Arriscaria-me a dizer que não tem pimenta, mas canela... rs...

    Cada detalhe está:(e)terno!...

    Beijos =)

    ResponderExcluir
  5. Olá ...
    gostei do teu blog, e estou seguindo!

    até mais.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Nadine!

    Suas palavras são sempre doces!!
    ...Verdade é que pode-se usar, em certos pratos, a pimenta nos doces e a canela nos salgados... rss
    Isso nos permite alternar os temperos e dar novo sabor às palavras, não é mesmo??
    Abraços!!

    Thalita, seja bem vinda!
    Fique à vontade, sempre!
    Abraços!

    ResponderExcluir