sábado, 6 de junho de 2009

Silenciar

Todo silêncio é feito
Do dito
Do pretenso dizer
As palavras calam
Proferidas ou não
Concluem o diálogo
Amargam a garganta por não sair
Fervilham o cérebro com hipóteses
Molestam o coração por não ter respostas.


O silêncio é amarga e fervilhante moléstia.


Foto: Edson Fragoaz

Nenhum comentário:

Postar um comentário