domingo, 28 de março de 2010

Olhos

A certeza dos olhos verdes
É uma memória longínqua
- Dessas que não se sabe mais
Se sonho ou fato

Se aqueles olhos fossem verdes,
Azuis, mouriscos, turcos,
Sentir-me-ia feliz

Se aqueles olhos tivessem o negro profundo
E inatingível de seu mistério,
Sentir-me-ia feliz

Que diferença faz a cor dos olhos, se quem amo não tem cor?



Foto by Genki

2 comentários:

  1. Nossa, eu aqui, seguindo o blog e perco de vista um texto desses? Não creio!

    Muito lindo Gi! Parabéns!


    Ah só mais uma coisa. Hoje eu vi um cpu que é cheio de pimentinhas, é claroooo que me lembrei de vc. Pensei assim: "Bem que a Gi podia ter um desses. Se eu fosse rica, lhe dava de presente." hahahah

    ResponderExcluir
  2. Oi, Flá!

    ... Obrigada pela visita, seus comentários... rs
    Ah... quando puder me dar a cpu de pimentinhas, está valendo...kkkk

    Abraços!

    ResponderExcluir