domingo, 3 de maio de 2009

[:o]

Minhas mãos se esqueceram do que a tia ensinou: com quantas voltas se faz o A, quantas montanhas compõem o M e quantos laços tem o F.

Como poderei lhe escrever?

Minhas mãos agilmente se deslocam no teclado e os dedos têm a elasticidade que braços e pernas invejam - jamais me viu a academia de ginástica!

Meus olhos brilham e ardem para as estrelas, pois o monitor muito lhes exige.

... Envio-lhe, então, esta mensagem eletrônica – com assinatura digital, criptografada – para que não pense que me esqueci de seu aniversário.





2 comentários:

  1. Muito bom!!!
    O título já sugere a ideia de mensagem virtual... depois a escolha criteriosa da fonte...
    Não me atrevo a decifrar suas palavras... a meu ver são extremamente pessoais...
    Mas digo-lhe que gostei muito!!!
    Ainda que eu seja suspeita... já que gosto de estruturas diferentes...haha...
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. ...Acredito que estejamos tão acostumadas com a simbologia - ou a metáfora - que uma mensagem manuscrita nos assusta! Rss
    Acho que começa a ser uma linguagem secreta, escondida nas memórias de infância... rss

    Mais uma vez, obrigada por sua visita e suas palavras, Nadine!

    ResponderExcluir