domingo, 19 de julho de 2009

Nascer de si

Se se começa nascendo do fundo
Profundo escuro

... Sair parece camuflar
Pois o fundo profundo escuro
É ofuscado


...Como o campo energético luminoso
Refratário refletivo
Cuja fonte é no centro

Dentro
Magmático.






BlogBlogs.Com.Br

3 comentários:

  1. Deveríamos saber o que vamos ser ao saber de onde provémos, mas perderia a graça,

    Abraços Gi.

    ResponderExcluir
  2. Primeiro... uma viagem breve: amei o ponteiro do mouse!!!! rs...

    Depois: tenho gostado mais, mais dos seus últimos poemas...
    Da escuridão, da obscuridade... ideias luminosas podem saltar...
    Aquecer, solidificar-se... momentos que tendem a acrescer...
    Muito bom!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Nadine,
    ... Enviei duas opções de cursor para você, teste algum!!! Rss...
    Obrigada por sua sensibilidade ímpar... Abraços!!!


    Vanderson,
    É como tirar o coelho da cartola, não é?
    Para que saber a explicação, se o melhor é a magia???
    Abraços, volte mais!

    ResponderExcluir